fechar

Aprender Excel

APRENDER EXCEL

DICAS E NOVIDADES SOBRE EXCEL

Congelando e fixando uma linha ou coluna no Excel

por: Maximiliano Meyer em Dicas, no dia 19/08 | 11:50 atualizado em 05/07 | 08:10

Hoje aprenderemos como travar uma linha e mantê-la sempre no topo, evitando que ela fique fora da área de visualização. Esse tutorial chegou para nós através do formulário de contato do site e foi pedido pelo nosso leitor Moacir Rodrigues de Brasília.

Este comando é muito útil caso você tenha uma tabela com muitas linhas, e, no momento em que vai descendo para ver as mais inferiores fica sem a referência sobre o que tal coluna está se referindo, tendo que ficar voltando constantemente no início da planilha e depois descendo novamente para acompanhar as linhas inferiores.

Para entender melhor veja o exemplo abaixo:


Agora veja que ao descermos a planilha, as referências das colunas, ou seja, o que cada uma delas significa, nome, telefone, cpf, etc. não está sendo exibido.

Imagine se em uma planilha você tivesse 500 linhas de dados. Teria que subir a cada momento para conferir o que quer dizer cada uma? Com certeza não, se você souber como congelar painéis. Com essa opção, por mais que você role a planilha para baixo, a linha contendo os 'nomes' das colunas ficarão sempre visíveis.

Para aplicar este recurso é bem simples. Primeiramente selecione a linha ABAIXO daquela que você quer 'trancar' no topo, no nosso caso, é a linha 3, feito isso vá na guia 'exibição', depois em 'congelar painéis' e por fim em 'Congelar Linha Superior'.

Pronto, veja que ao percorrer qualquer parte do documento, a linha estará sempre fixada no topo. Reparem no número das linhas no canto esquerdo.

Note que a linha ficará mesmo quando não houver dados a serem exibidos.

Fácil, certo? E com isso aprendemos mais uma importante função do Excel.

Lembrando que o tutorial de hoje foi pedido por um leitor do Distrito Federal. Está com uma dúvida? Quer fazer algo e não sabe como? Envie sua dúvida através do formulário de Fale Conosco ou dos comentários, aqui abaixo.

Até a próxima