Descubra como utilizar a psicologia das cores no trabalho

Entenda como cada cor pode reagir nas pessoas e de que forma combinações de tonalidades podem transformar a rotina de trabalho. Veja de quais maneiras as cores podem ser usadas na rotina do trabalho

Por Redação

A utilização da psicologia das cores é aplicada em várias áreas e com diversos objetivos. Para aumentar vendas, em estratégias de publicidade, propaganda e marketing, no design de interiores e também no ambiente de trabalho. As cores podem causar diferentes reações em cada pessoa, mas de maneira geral podemos considerar algumas sentimentos e atitudes comuns..

Amarelo, laranja, vermelho e rosa são cores quentes e estão associadas à luz do sol e ao fogo. Elas são psicologicamente dinâmicas e podem trazer emoções ligadas à paixão, entusiasmo, energia e felicidade. Entretanto, se usadas em excesso, podem trazer à tona agitação, irritabilidade e até agressividade. As cores frias são verde, azul e roxo e passam sensação de calma e relaxamento. No entanto, na medida errada, podem passar o sentimento de frieza e distanciamento.

A psicologia das cores surgiu a partir do estudo feito pelo psiquiatra suíço Carl Jung, que a utilizava como uma ferramenta para a psicoterapia. A partir dessas pesquisas, ele definiu alguns princípios básicos, dentre eles: toda cor tem um significado, cada pessoa irá avaliar uma determinada cor automaticamente ao recebê-la, esta avaliação provocará um comportamento induzido, a influência da cor é automática e seu significado é afetado pelo contexto que está inserido. Em outras palavras, cada cor tem a capacidade de influenciar inconscientemente o nosso cérebro.

As cores podem ser usadas com vários objetivos no trabalho: para aumentar o desempenho da produtividade no trabalho, reduzir o índice de acidentes, diminuir o cansaço visual por meio da adaptação de alguns contrastes e para causar reações psicológicas positivas.

Veja de quais maneiras as cores podem ser usadas na rotina do trabalho:

Cores na organização do dia a dia

No dia a dia do trabalho, a organização da rotina pode se dar por meio das cores. O primeiro passo para isso é coletar todos os materiais coloridos que possam ajudar na arrumação. Esses apetrechos podem ser pastas, caixas, canetas, marca-texto, post-its, adesivos e marcadores.

Para colocar em ordem documentos e objetos, o uso de caixas e pastas com cores diferentes auxiliam na organização. Em anotações, cores podem ser categorizadas por temas e ajudar em leituras rápidas e ainda na definição de prioridades. Nesse caso, vale utilizar cores quentes, que chamam mais a atenção e ajudam a deixar os sentidos em alerta. Cores aplicadas às células e linhas nas tabelas de Excel podem ajudar na organização de tarefas e cronogramas de entregas. Se a ideia é passar bastante tempo analisando uma planilha, tons azuis serão mais amigáveis.

Cores na decoração

O uso de cores na decoração pode provocar diferentes efeitos no ambiente de trabalho, tanto fisicamente quanto emocionalmente. A cor preta é elegante quando usada na medida certa, mas em excesso pode tornar o ambiente pesado e até fazer com que ele pareça menor do que é na realidade. O cinza em tom muito forte pode causar a mesma sensação de tristeza ao local, entretanto, também pode remeter à inovação e modernidade. Depende da medida usada.

O branco passa uma sensação de amplitude, pureza, limpeza e paz. Por ser neutro, quando é usado demasiadamente e sem misturas com outros tons, pode tornar o ambiente sem graça e com pouco vigor. Tons amarelos são mais quentes e se apresentam como uma alternativa aos ambientes com pouca luz natural. Eles auxiliam na criatividade e estão ligados à sensação de alegria.

Mais quente, o vermelho é considerado a cor da paixão e pode proporcionar mais energia ao local de trabalho. Evitar o exagero é fundamental para não causar uma fadiga visual e irritabilidade nos funcionários. Verde e azul remetem à tranquilidade e ao equilíbrio e, portanto, podem ter efeito calmante no ambiente.

Psicologia das cores e home office

Para quem trabalha em casa, o uso correto das cores nas paredes, móveis e objetos de decoração podem contribuir desde a organização até no aumento na produtividade. Lembrando que, locais monocromáticos são pouco equilibrados, cores saturadas são estimulantes e o amarelo pode ajudar na concentração. Branco é confortável, costuma causar pouca distração e pode ser uma ótima opção para combinar com outros tons. O ideal é procurar unir cores no espaço e diferenciar o ambiente onde o home office é praticado, até dos demais cômodos da casa.

Cada cor pode causar um sentimento diferente em cada pessoa. Por isso, caso esteja pensando em fazer uso da psicologia das cores no ambiente ou na rotina do dia a dia de trabalho, reserve um tempo para analisar conscientemente cada necessidade e qual é a melhor cor e maneira (por meio de objetos de decoração, pintando paredes, nas cores dos móveis etc.) de atendê-la. Seu subconsciente vai agradecer por isso.

relacionados

Participe
do nosso grupo
Grupo do Facebook Aprender Excel

recentes

O que ler em seguida

comentários

Carregar comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail