fechar

Aprender Excel

APRENDER EXCEL

DICAS E NOVIDADES SOBRE EXCEL

Utilizando minigráficos no Excel

por: Maximiliano Meyer em Artigos, no dia 18/07 | 15:53 atualizado em 04/07 | 08:10

Hoje aprenderemos como criar os minigráficos. Nas palavras de Edward Tufte, seu criador, as opções são 'um gráfico simples, do tamanho de letras e intenso, com resolução tipográfica'.

Com ele poderemos demonstrar uma evolução de valores ao longo do tempo, permitindo uma rápida percepção de tendência dos mesmos sem a necessidade de inserir um gráfico imenso que muitas vezes poderia quebrar a estética do seu projeto. No final, sua apresentação ficará ainda inovadora e impressionará seu chefe e colegas.

Primeiramente façamos uma observação: Se o seu Excel é a versão 2010 (como a usada nesse tutorial) ou posterior, a opção para criar os minigráficos já é nativa do programa e se encontra na aba Inserir, mas se ela for uma versão anterior, como a 2007, será preciso baixar um complemento para ter o recurso. O link para download é este. Note que para ter a opção de usar esta ferramenta na versão 2007 você terá que iniciar o Excel SEMPRE pelo complemento baixado. Se iniciar pelo atalho normal do programa a opção não aparecerá.

Vamos lá: supomos que tenhamos os seguintes dados históricos em nossa planilha:

Agora vamos selecionar a célula vazia ao lado dos dados, no nosso exemplo, a I5 e então vamos na guia 'Inserir' e depois 'Linha'. Na caixinha de diálogo que abrir selecione o intervalo das células, clique na primeira, C5, e com o shift pressionado clique na última, H5.

Ótimo, nesse ponto já teremos nosso primeiro minigráfico, clique e arraste o cantinho direito inferior da célula I5 até a última linha com dados e teremos um minigráfico de linha representando as vendas de todos os nossos funcionários.

Legal, né? Mas ainda está muito simples, vamos dar um destaque a mais. Primeiro selecione a coluna dos minigráficos e então vá na guia 'Design', nela vamos marcar 'Ponto Alto', 'Ponto Baixo' e 'Marcadores', depois em 'Cor do Marcador' vamos escolher a cor vermelha para 'Ponto Alto' e 'Ponto Baixo'. Veja como ficou agora.

Veja que os dados podem ser facilmente visualizados agora, certo? O gestor que analisasse esse gráfico veria com facilidade que a funcionária Valentina, embora tenha ganhos superiores a média, está em declinío em suas vendas e precisa de um acompanhamento, já Roberto está em ascensão e suas experiências e técnicas certamente deveriam ser compartilhadas com o grupo para a socialização de boas práticas.

Mas e se você quisesse outro tipo de gráfico? Escolha, por exemplo, ao invés do tipo 'Linha', o tipo 'Coluna' e veja como fica:

Veja que há ainda um terceiro tipo de minigráfico chamado 'Ganhas/Perdas', teste-o e veja qual se encaixa melhor em seu projeto atual.

Viram? Desta forma é possível inserir uma representação gráfica para os dados sem ocupar tanto espaço da sua apresentação ou sem poluir a visualização. Já imaginou como seria se você fosse colocar um gráfico para cada vendedor? Portanto abuse desta função e adicione um diferencial às suas planilhas.

Abaixo segue o download do exemplo usado em aula.

Problemas com o download?

Veja nosso tutorial e saiba como resolver qualquer tipo de problema que você enfrentar para baixar, abrir ou executar nossas planilhas.